BOLO DA FORTUNA

Receita da Hungria, bolo da fortuna não leva leite e fica pronto em três minutos



O bolo da fortuna é uma receita tradicional da Hungria para o fim de ano. A receita, que leva frutas e nozes, rende oito porções e fica apenas três minutos no forno.

O bolo não tem leite --a maçã é responsável por deixar a massa leve e molhadinha.

BOLO DA FORTUNA


Bolo da fortuna é receita típica da Hungria para o fim de ano
Bolo da fortuna é receita típica da Hungria para o fim de ano

INGREDIENTES

- 100 ml de óleo de soja
- 100 g de uva-passa clara (pode ser substituído por 100 g de damascos picados)
- 240 g de açúcar
- 240 g de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 120 g de nozes moídas
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 3 ovos batidos
- 1 pitada de sal
- 1 maçã-verde grande ralada grosso (pode ser substituída por uma maçã vermelha)

PREPARO

- Misture toda a massa com o auxílio de uma colher de pau.

- Unte uma forma média, de 25 cm X 35 cm (você pode usar uma forma redonda, se preferir) e despeje nela a mistura.

- Preaqueça o forno a 180ºC e coloque a massa para assar.

- O bolo fica pronto em apenas três minutos.

- Sirva com sorvete de creme.

Fonte: folha.uol.com.br

Como comer alimentos difíceis sem cometer gafes

Foto: fontecomedia.com

Como manusear a alcachofra? Posso cortar o espaguete? O que fazer com o caroço de azeitona em uma festa? Veja como livrar-se dessas e de outras saias justas!

Em eventos sociais, muitas vezes ficamos em dúvida na hora de comer alguns alimentos, preocupadas em não cometer gafes. Para você ficar tranquila e fazer bonito em qualquer situação, siga as dicas:

Azeitona: tire o caroço da boca com a mão em forma de concha, sem o guardanapo, e coloque-o no canto do prato. O mesmo vale para espinhas de peixe e outros alimentos que não possam ser engolidos.

Alcachofra: se for servida inteira, desfolhe-a com as mãos. Mergulhe a parte carnuda no molho e leve à boca. Os anfitriões devem providenciar um pratinho para que os convidados coloquem as folhas descartadas.

Consomê: se tiver pedacinhos de torradas (croûtons), coma-os com a colher e depois leva a xícara de consomê aos lábios para tomar o líquido.

Escargots: são servidos em pratos especiais, com uma cavidade para cada unidade. São manejados com uma pinça própria, que fica na mão esquerda, e um garfo especial, que deve ser usado pela mão direita.

Espaguete: comece a enrolar a massa com o garfo e sobre a colher sempre pela borda do prato, pois assim você evita uma garfada grande demais. Nunca corte o espaguete com a faca, é muito feio!

Empadinha: pegue-a com a mão e utilize um guardanapo ou um pratinho para aparar as migalhas que, com certeza, cairão. Faça o mesmo ao comer canapés de massa folhada.

Milho
: os espetinhos para segurar as espigas estão à venda em qualquer supermercado. Use-os espetados nas extremidades da espiga para levá-la à boca. Mas se não houver espetinhos, segure as pontas com a mão.

Frango: em eventos ao ar livre, como o churrasco de final de semana com os amigos, segure a carne com as mãos, à vontade. Dentro de casa, isso só é permitido em encontros familiares. Nunca pegue uma coxinha de frango com as mãos para levá-la à boca durante um jantar formal. Neste caso, use o garfo e a faca para comer.

Alface: deve ser dobrada com os talheres ao menos duas vezes antes de ser levada à boca. Não corte as folhas, é feio!

Tomate-cereja: como é pequeno, é possível comê-lo inteiro. Se quiser cortá-lo, tome muito cuidado, pois ele pode escorregar no prato. Espete-o com o garfo, com cuidado, para que o seu suco não espirre. E use a faca para firmar o tomatinho, evitando que ele deslize.

Frutas: as grandes, como abacaxi, melancia e manga, devem ser comidas com garfo e faca. Já frutas menores, como uva, pêssego e ameixa, podem ser comidas com as mãos. Coloque os caroços sempre no canto do prato.
Fonte: Site Sadia

Costelinha ao molho barbecue

Haaa Outback.....quem nunca foi lá, deveria, ao menos uma vez na vida e experimentar o melhor da cozinha interiorana da Australiana. Um dos pratos mais deliciados é a costelinha ao molho barbecue, que já foi testada e aprovada. Acompanhem a receita abaixo e bom apetite...

COSTELINHA AO MOLHO BARBECUE OUTBACK

Ingredientes

2kg de costeleta de porco cortada como tiras de + ou – 10 cm
sal
pimenta (a gosto)

limão
4 dentes de alho socados
½ xícara (chá) de vinho branco seco
Tempero de ervas finas

Ingredientes para o Molho:
1 colher (sopa) de óleo
1 cebola
½ xícara (chá) de açúcar mascavo
2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
3 colheres (sopa) de molho inglês
2 colheres (sopa) de suco de limão
½ xícara (chá) de conhaque
2 xícaras (chá) de polpa de tomate
1 xícara (chá) de ketchup
1 colher (sobremesa) de molho de pimenta vermelha
sal
1 folha de louro


Modo de Preparo

Tempere a carne com o sal, a pimenta, o alho, o limão e o vinho branco. Deixe por pelo menos 3 horas no tempero. Depois leve ao forno pré-aquecido a 200°C até ficarem douradas.
Molho: aqueça o óleo e refogue a cebola até ficar bem dourada, adicione o açúcar mascavo e deixe dourar. Coloque o restante dos ingredientes e deixe apurar por 15 minutos. Quando as costelas estiverem assadas, cubra-as com o molho e leve ao forno por mais 20 minutos.

Fonte: Suely Raquel

Sopa para aquecer corpo e alma!



Desde a chegada do frio, as sopas têm renascido em todos os cardápios de restaurantes e padarias em versões atualizadas e cheias de temperos orientais. É, a princípio, uma comida simples, feita para molhar o pão de camponeses desde os idos da Idade Média.

Hoje, é considerada um dos exemplos clássicos dacomfort food, pratos tradicionais que trazem calor ao corpo e tranqüilizam a alma. Não é difícil entender o porquê. O chef francês radicado no Brasil Olivier Anquier recomenda para o inverno uma receita antiga da culinária francesa, que pede apenas a primeira colherada para que se sintam seus efeitos na temperatura interna do corpo: a sopa de cebola. "Com ela, podemos usar o pão que restou do dia anterior, ingredientes que sobraram de outras receitas. A sopa é uma comida operária", diz Anquier.

A apresentação, porém, transforma as pobres fatias de pão amanhecido no charme do prato: em cumbucas individuais, elas são colocadas sobre a sopa e recebem lascas de queijo gruyère. Depois de ir ao forno rapidamente, cada refratário sai com uma camada dourada de queijo derretido sobre a torrada.



Sopa de cebola gratinada

(Olivier Anquier)

Ingredientes
50 g de manteiga
1 kg de cebolas cortadas em rodelas finas
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 litro de caldo de frango (ou caldo de carne)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Noz-moscada
Fatias grossas de pão de casca grossa ou
Pão francês amanhecido
Queijo gruyère ralado grosso ou mozarela ralada

Preparo
Em uma panela grande, aqueça a manteiga, acrescente as cebolas e deixe dourar em fogo baixo. Junte a farinha e deixe por mais um minuto. Adicione o caldo, a noz-moscada, o sal e a pimenta. Cozinhe em fogo baixo por aproximadamente 20 minutos. Grelhe levemente as fatias de pão (ou toste no forno). Quando a sopa estiver pronta, distribua-a em tigelas refratárias individuais, cubra com uma fatia de pão e salpique com bastante queijo. Leve ao forno bem quente apenas para gratinar.

Rendimento: 4 porções.

Fonte: Olivier Anquier

Cação à milanesa

Cação à Milanesa



Ingredientes:

500 gr de cação em postas
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca
1 dente(s) de alho picado(s)ver vídeo
40 ml de suco de limão
2 colher(es) (sopa) de coentro picado(s)
1 unidade(s) de ovo
1 colher(es) (sopa) de água
1 xícara(s) (chá) de farinha de rosca
quanto baste de óleo de soja Sadia para fritar
quanto baste de limão em fatias
quanto baste de AJI-NO-MOTO ®


Modo de Preparo:

Tempere o cação com o sal, pimenta, AJI-NO-MOTO ®, alho, limão e coentro. Deixe por cerca de 20 minutos descansando no tempero.
Bata o ovo ligeiramente, com a água. Coloque a farinha de rosca em outro prato raso. Passe as postas, uma a uma, primeiro no ovo e depois na farinha de rosca.
Aqueça o óleo numa frigideira e frite as postas até que estejam douradas de um lado. Vire e repita a operação do outro lado.
Decore com fatias de limão e sirva com arroz branco.
Dicas: Utilize dois garfos para virar, somente como apoio, sem perfurar a crosta de farinha.

Fonte: Blog Aventurinhando

Filé de merluza assado à italiana


Filé de merluza assado à italiana

Ingredientes

· 1 kg de filé de merluza

· 300 g de mussarela fatiada

· 1 lata de creme de leite

· 1 garrafa de leite de coco

· 1 cebola

· 1 tomate

· Sal e pimenta do reino a gosto

· Suco de um limão

Modo de Preparo

  1. Tempere os filés com o sal, a pimenta e o limão
  2. Deixe descansar por 10 minutos
  3. Arrume os filés e coloque as fatias de mussarela no meio de cada um deles e enrole como se fosse um bife a rolê
  4. Depois de todos os filés enrolados
  5. Arrume uma bandeja
  6. Coloque as fatias de tomate e cebola (em rodela) por cima
  7. Cubra com a mistura de creme de leite e leite de coco
  8. Leve ao forno coberto com papel alumínio por 20 minutos
  9. Depois retire para terminar de assar

Informações Adicionais

  • Dica: sirva com risoto ou arroz branco.

Tomates e Pimentões Secos

Tomates e Pimentões Secos

Tomate Seco Rápido:
03 kg de tomate
01 c. de sopa de sal
1,5 xícara de açúcar
vinagre q.s.p. (quantidade suficiente para)
01 xícara de azeite de oliva
06 dentes de alho espremidos
01 c. de sobremesa de orégano
01 c. de sobremesa de sal
Louro e pimenta do reino a gosto
Corte os tomates ao meio e tire as sementes. Coloque uma colherinha de café de vinagre em cada tomate cortado e polvilhe com sal e açúcar. Coloque-os no microondas com a pele para baixo em um refratário grande por 25min, retirando o excesso de água dos tomates a cada 05min de forno. Depois desse processo, vire-os e deixe de 10 a 15min em potência alta ou até parar de sair água. Obs: Não coloque no micro os 03 kg de tomates de uma só vez, coloque os tomates de modo a completar o prato do micro, um ao lado do outro.
Após o processo do micro, leve os tomates ao forno alto (200°C) por 30min ou até que a pele fique um pouco seca. Desligue o forno, mas não os retire até que estejam totalmente frios.
Tempere com alho picado, folhas de louro, pimenta, azeite... Misture bem e coloque em vidros esterilizados (saiba como). Complete com azeite até o topo e deixe descansar alguns dias antes de consumir.
Pimentão Seco:
02 unidades de pimentão de cor a gosto
02 dentes de alho amassados
Sal e azeite de oliva a gosto
Corte os pimentões ao meio no sentido do comprimento e leve para assar por cerca de 30min. Depois de assados, retire a pele e sementes, corte em tiras e tempere com sal e alho (acrescente temperos a gosto). Cubra com azeite e sirva, ficando melhor a partir do dia seguinte.

HISTÓRIA DA GASTRONOMIA NA REALEZA


HISTÓRIA DA GASTRONOMIA NA REALEZA

Em clima de casamento real eu não poderia deixar de postar aqui algumas curiosidades do jantar e seu cardápio! Ainda estou a procura de algumas receitas que foram servidas, assim que encontrar
posto aqui. Caso conheçam mandem suas receitas!


Cardápio real – Londres (Reuters) - Cerca de 650 convidados participaram da recepção no Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elizabeth 2a, depois da cerimônia de casamento do príncipe William com Kate Middleton, na sexta-feira.

Veja detalhes da recepção:

* O champanhe servido foi o Pol Roger NV Brut Reserve, junt

o a outras bebidas alcoólicas e não-alcoólicas.

* Cerca de 10 mil canapés foram preparados por uma equipe de 21 chefs no palácio, usando prioritariamente produtos britânicos, fornecidos pelo grupo Royal Warrant. Isso inclui:

- Salada de caranguejo da Cornualha sobre blini de limão

- Terrine de pato prensado com chutney de frutas

- Enrolado de queijo de cabra com castanhas caramelizadas

- Variedade de folhados e palitos de queijo

- Rosas de salmão escocês defumado sobre blini de beterraba

- Torta de aspargos e miniagrião

- Aspargo pochê com molho holandês

- Ovos de codorna com sal de aipo

- Lagostins escoceses com maionese de limão

- Confit prensado de barriga de porco, com lagosta e torre

smo

- Cogumelos selvagens e empanada de aipo

- Bolinho de legumes com confit de paleta de cordeiro

- Mostarda em grão e chipolatas caramelizadas no mel

- Bolinho de hadoque defumado com guacamole de ervilha

- Minipudim de Yorkshire com rosbife de filé e mousse de raiz-forte

- Gateau Opera

- Patê de frutas “blood orange”

- Bolinho de framboesa

- Tortinha de creme brulée de ruibarbo

- Praliné de maracujá ( achei a receita de Pranilé de coco )

- Trufas de chocolate branco

- Praliné de chocolate ao leite com nozes

- Trufas de chocolate amargo

* Na recepção, um tradicional bolo de noiva, criado por Fiona Cairns, foi servido. Feito com 17 bolos de frutas individuais, dos quais 12 formam a base, e tem oito “andares.” É decorado com até 900 flores e folhas geladas individualmente, de 17 variedades.

Também um pavê de chocolate preparado pela confeitaria Mcvitie’s Cake Company, usando uma receita da família real, e atendendo a um pedido especial do noivo.

* Durante a recepção, os convidados serão entretidos por Claire Jones, harpista oficial do príncipe Charles, pai de William.

(Reportagem de Michael Holden)

Torta de Fubá

Olá pessoal.....hoje vou postar uma receita que está no blog "Receitas Especiais" que é de uma seguidora aqui do "Amante da Culinária" !
Ainda não fiz essa receita mas pelas fotos parece uma maravilha. Pretendo fazê-la em breve!


Torta de Fubá


Torta de fubá


Ingredientes:

3 ovos
3 xícaras (chá) de açúcar refinado
3 colheres (sopa) de margarina
4 xícaras (chá) de leite
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1½ xícara (chá) de fubá
100g de queijo parmesão ralado
1 pitada se sal
1 colher (sopa) de fermento em pó


Bata tudo no liguidificador sendo o fermento em pó por ultimo. Asse normalmente.


Nota: Com 50g de queijo ralado já fica muito bom. Caso queira variar um pouco pode usar coco ralado em vez do queijo ou os dois juntos, ex: 50g de queijo e 50g de coco ralado.


Fonte: Receitas Especiais


Mais receitas em : http://amantedaculinaria.blogspot.com

Doce de goiaba em calda na panela de pressão


Doce de goiaba em calda na panela de pressão

Ingredientes:
1 Kilo de Goiaba vermelha ou branca
1 x de chá de água
3 x chá de açúcar cristal
5 cravos

Modo de fazer:
Lave bem as goiabas e corte-as em 4. Retire as sementes e coloque-as numa panela de pressão. Adicione a água e o açúcar sem mexer. Tampe a panela e leve ao fogo médio até apitar. Aguarde 3 minutos e desligue. Espere sair toda a pressão para abrir a panela. Está pronta a compota.

Fonte:
http://culinariareceitas.blogspot.com
Culinarista: Mauro Rebelo

Salmão ao molho de ervas - Coma sem moderação!

Salmão ao molho de ervas
(Coma sem moderação)


Domingão, recebi um amigo aqui em casa e fiz esta receita. Foi um sucesso!
Diferente da receita não utilizei o salmão em filé, fiz postas, pois comprei um salmão inteiro desvicerado com cerca de 1,100 Kg .Acompanhei com uma salada de tomates, arroz branco e batata palha e para beber uma coca-cola geladinha!!!
Simples, rápido, fácil e muito, muito saboroso !!!
Bom aproveito!
____________________________________________________________________
Um pouco sobre o Salmão:
O salmão é o peixe retratado em uma das raras pinturas rupestres que ilustram cenas de pesca, o que indica que, desde a pré-história, esse peixe rico em ômega 3, gordura essencial considerada benéfica ao coração, é apreciado pelo homem.

____________________________________________________________________

Ingredientes:

  • meio quilo de filé de salmão fresco (ou postas)
  • meia colher (sopa) de FONDOR MAGGI®
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 cebola cortada em cubos
  • 1 lata de Creme de Leite NESTLÉ® normal ou Light
  • 1 colher (sopa) de mostarda
  • 1 colher (chá) de sal
  • meia colher (sopa) de cebolinha verde picada
  • meia colher (sopa) de salsa picada


Modo de Preparo:

Tempere os filés de salmão com o FONDOR MAGGI® e o suco de limão e deixe tomar gosto por cerca de 10 minutos.
Grelhe os filés em uma frigideira grande e reserve-os em local aquecido. Na mesma frigideira, derreta a manteiga e doure acebola.
Retire do fogo, junte o Creme de Leite NESTLÉ®, a mostarda, o sal, a cebolinha verde, a salsa e misture. Sirva a seguir sobre os filés de salmão.

Dica:
Se desejar, substitua o salmão por linguado ou badejo.

Fonte: www.nestle.com.br

Nova Pirâmide Alimentar ( Artigo reformulado )

A pirâmide alimentar é um instrumento, sob a forma gráfica, de orientação da população para uma alimentação mais saudável. Ela foi criada em 1992 pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) e desde então é uma das ferramentas de educação nutricional mais utilizada na prática clínica.


A pirâmide alimentar dá noção de proporcionalidade entre os grupos alimentares e quantidade dos alimentos, que devem ser consumidos ao longo do dia. Exemplo: devemos tomar a base da pirâmide como a base da nossa alimentação e os alimentos que estão no ápice da pirâmide devem ser consumidos em menor quantidade, pois são extra-energéticos, favorecendo o ganho de peso.


Recentemente ela sofreu algumas mudanças baseadas em pesquisas científicas e foi reestruturada com base no princípio da alimentação saudável.

A nova pirâmide foi desenvolvida para orientar consumidores a fazer escolhas alimentares saudáveis e serem ativos todos os dias, além de incentivar uma alimentação mais rica em nutrientes funcionais (com funções benéficas à saúde).


Nova Pirâmide Alimentar - (Walter C. Willett)



O grupo dos carboidratos inclui pães, cereais, farinhas, biscoitos integrais, arroz e massas. São os chamados alimentos energéticos, ricos em carboidratos complexos, cu

ja absorção é mais lenta que a do açúcar simples. A nova pirâmide reforça a importância dos cereais integrais, ricos em fibras, deixando pães, cereais, arroz e massas integrais na base e pão branco, arroz branco, batatas, massas comuns e farinhas refinadas no ápice, emparelhados com os doces que devem ser consumidos com moderação.


Os vegetais (verduras e legumes) e as frutas são alimentos reguladores, sendo fontes de vitaminas, minerais e fibras e seu consumo diário é importante para o bom funcionamento do organismo. Esses alimentos possuem, em sua composição, os fitoesteróis e antioxidantes, que ajudam a reduzir o colesterol LDL (ruim) e neutralizam os radicais livres diminuindo o envelhecimento das células.


Os alimentos construtores são requeridos pelo organismo em menor proporção, mas não em menor importância, são aqueles ricos em proteínas. As proteínas podem ser animais (carnes, ovos, peixes e aves), vegetais (feijões, soja, leguminosas em geral) e ainda proteínas animais ricas em cálcio (leite, queijo, iogurte).

Na nova pirâmide houve desmembramento de mais um se

tor dos construtores. As carnes brancas de frango e peixe juntaram-se aos ovos como incentivo a escolha, na parte mais baixa da pirâmide. As carnes vermelhas foram para o topo indicando consumo moderado juntamente com a manteiga, por serem alimentos ricos em gorduras saturadas.


Óleos vegetais de boa qualidade como azeite de oliva, óleo de canola, milho, girassol e soja ganharam espaço na base da pirâmide por serem ricos em gorduras polinsaturadas, monoinsaturadas e os chamados ômegas que ajudam o sistema cardiovascular e o controle dos lipídeos sanguíneos.

Em outras palavras, a nova pirâmide salienta que nem to

dos os carboidratos são bons e nem todas as gorduras são más.

Duas outras grandes novidades da nova pirâmide alimentar são:

Um degrau exclusivo para as oleaginosas e leguminosas (castanhas, nozes, amêndoas, feijões e soja), que são fontes de proteínas vegetais, gorduras insaturadas (ômega 3), selênio, vitaminas antioxidantes, e fibras;

Inclusão de 1 dose de vinho tinto (100 ml).

O consumo moderado de etanol produz efeito cardioprotetor, principalmente pelo aumento nos níveis de HDL (bom colesterol). O vinho tinto, além de conter etanol, é rico em polifenóis ou compostos fenólicos, que estão presentes nas cascas e nas sementes das uvas vermelhas e comprovadamente possuem atividade antioxidante.


A alimentação é um dos prazeres da vida podendo frequentemente manifestar emoções e sentimentos. Por isso, ela deve conviver com os hábitos individuais. Alimentação saudável é associar o prazer com o cuidado em um planejamento para refeições mais saudáveis, gostosas e nutritivas. Vá em frente!



Carne com minicebolas









Carne com minicebolas

2 colheres (sopa) de óleo 
14 minicebolas em conserva 800 g de carne bovina cortada em cubos médios 2 cubos de caldo de picanha KNORR 1 xícara (chá) de água fervente 3 colheres (sopa) de vinho tinto seco 100 g de cogumelo cortado em fatias 1 colher (sopa) de salsinha picada


Modo de Fazer:
1- Em uma panela de pressão, aqueça o óleo e frite as minicebolas até dourarem. Retire-as e reserve. 2- Na mesma panela, coloque a carne e refogue por 5 minutos. Dissolva os cubos de caldo de picanha KNORR na água fervente e junte à carne. Tampe e cozinhe por 15 minutos, contados a partir do início da pressão. Retire do fogo. 3- Espere sair todo o vapor, abra a panela, junte o vinho, o cogumelo e as cebolas reservadas. Cozinhe por 5 minutos. Junte a salsinha e sirva a seguir.


Dicas: 
Você pode utilizar patinho, alcatra ou coxão mole para o preparo da receita. Experimente substituir o cogumelo por palmito cortado em rodelas. Se preferir, utilize cebola comum cortada em gomos.


Fonte: Mais Você